quarta-feira, 5 de março de 2014

VOAR LIVRE



Voar é permitir que a asa da dor
Que me aprisiona em sentimentos.
Flutue livremente pelos caminhos
Que o cair e levantar traga conhecimento.

Ser livre é não ter saudade do tempo
Tempo de outrora felicidade,
É não ansiar o futuro
Tempo de eternas expectativas.

Voar livre, nas profundezas da alma
Ou nas alturas dos sonhos em mim.
É não criar ervas daninhas de emoções
Não enraizar sensações.

Em pleno voo, eu apenas sou
Sem sombras do passado, nem pó do futuro.
Sem querer menos do que tudo
Eu, tão agora, tão inteira,  tão livre.

Livre para simplesmente ser
Pura como a menina em construção
Inquieta como adolescente em germinação
Inteira como a mulher em ebulição.

Liberdade é sentir o diamante d'alma
Que é lapidado pelas dores
Fortificado pelo tempo
Amaciado pelos amores.

Este diamante é quem sou
A junção da carne e do espírito
Do que fui ontem e serei amanhã
O ser mutante a voar livre.
DUCI MEDEIROS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AMIGOS, ABRI ESPAÇO PARA O COMENTÁRIO DE VOCÊS AOS MEUS TEXTOS, FIQUEM A VONTADE PARA LER E COMENTAR. BEIJINHOS ANGELICAIS.